Aos comemorar 69 anos de emancipação, Itupiranga entra para o Mapa do Turismo Brasileiro

0

Um município que tem a lida com o campo como sua principal fonte de renda escolheu uma dupla sertaneja de raiz para festejou seu aniversário de emancipação politica. E foi assim que, dia 14 de julho de 2017, Itupiranga comemorou seus 69 anos de emancipação política, com Gino e Geno cantando e envolvendo um publico composto por pessoas de todas as idades e classes sociais.

Além da dupla sertaneja, a ala jovem pode comemorar dobrado ao som dançante da Aparelhagem Crocodilo. Figuras de destaque no cenário político estadual prestigiaram as comemorações em Itupiranga, além de milhares de turistas de diversas partes do país. “Itupiranga completa hoje 69 anos de luta e de conquistas e vamos continuar lutando e vencendo, porque o nosso povo merece o melhor”, disse o prefeito José Milesi.
Difícil é estimar o público presente uma vez que ao lotar a área reservada para os shows na Orla as pessoas foram ocupando as ruas nas proximidades. A meia noite aconteceu a queima de fogos, em seguida Gino e Geno cantaram os parabéns pra cidade.

O município de Itupiranga tem no turismo sua segunda maior fonte de renda. Duas praias se destacam entre todas da região, a Praia do Macaco e a Praia da Rainha. Juntas, atraem turistas de todo o país, o que faz movimentar a renda no município com lotação na rede hoteleira, nesse período de férias, gerando trabalho e renda para centenas de famílias, como o pessoal que trabalha com transporte, alimentação e vestuário. De olho nesse filão, o Departamento de Turismo, após minucioso trabalho de pesquisa em viabilidade buscou, junto ao Ministério do Turismo, inserir o município de Itupiranga no Mapa do Turismo Brasileiro. O resultado, que é bianual, acaba de ser publicado no Diário Oficial da União com o nome de Itupiranga incluso.

“A inclusão do município de Itupiranga no Mapa do Turismo Brasileiro é de grande relevância e só trará benefícios para o povo de Itupiranga porque todos vão poder investir e ter retorno, desde os empresários da rede hoteleira até os vendedores ambulantes”, comenta Iranildo Maracaípe, coordenador do departamento de Turismo itupiranguense.

De acordo com o Prefeito de Itupiranga, José Milesi, a diversão nas Praias do município está sendo a melhor opção no veraneio de 2017 na região. Na praia do Macaco, por exemplo, já conta com gerador de energia moderno para atender a todos. E a presença das secretarias de Cultura, de Saúde e de Infraestrutura, responsável pela coleta de lixo, garantem a organização desse veraneio. Além da infraestrutura montada no local, o município teve a preocupação de capacitar colaboradores, por meio da secretaria de Juventude, Esporte e Cultura. O treinamento de Primeiros Socorros e Salvamentos, foi direcionado para os salva vidas (temporários), mas participaram funcionários da DTA Engenharia, empresa responsável pelo derrocamento do Pedral do Lourenção, obra prevista para os próximos anos, além de um grupo de voluntários que já está atuando na Praia do Macaco. Essa obra, também, deverá impulsionar a economia local, uma vez que irá gerar centenas de novas frentes de trabalho.

Distante menos de 50 km de Marabá e às margens do Rio Tocantins, Itupiranga tem sua população se aproximando dos 60 mil habitantes e tem como principais fontes de trabalho e renda, a agropecuária, o turismo e o funcionalismo público. Seu turismo é sazonal. É no mês de julho que a cidade tem suas ruas repletas de turistas e visitantes. Eles chegam para participarem do maior evento do município, os “A Festa do14 de Julho” e esticam a programação aproveitando as exóticas paisagens da região, com destaque a praia do Macaco e praia da Rainha.

O município foi fundado em 1886, mas só teve sua emancipação em 1947. A origem da cidade de Itupiranga foi o povoado Lago Vermelho, fundada em 1886, por extratores de caucho, vindos de Goiás. Chefiava-os um explorador de prenome Lúcio. Pouco depois, com o aumento do preço da castanha-do-pará, cresceu rapidamente o número de moradores e sua renda. No período áureo da castanha recebeu em seu território um trecho da Estrada de Ferro Tocantins. Inicialmente, Itupiranga pertencia ao município de Baião. Em 1912, durante o governo de Enéas Martins, passou a pertencer a Marabá. Foi em 31 de dezembro de 1947, durante o primeiro governo de Moura Carvalho, que por meio da Lei 62 foi criado o novo município de Itupiranga. A instalação ocorreu a 14 de julho do ano seguinte.

O atual gestor José Milesi, gaúcho de Guaporé licenciado em Filosofia e Psicologia, pela Faculdade Nossa Senhora da Medianeira. Chegou a Itupiranga em companhia dos padres, como Seminarista, onde atuou de 1978 a 1981. Em 24 junho de 1982 casou com Joana D’Arc de Jesus, com quem teve três filhos. Nesse mesmo ano foi eleito prefeito, assumindo a prefeitura em 01 de fevereiro de 1983, pelo partido MDB atuando até o dia 31 de dezembro de 1988. No ano de 1992 elege a esposa, pelo PMDB. Ela assume a prefeitura em 01 de fevereiro de 1993 até 31 de dezembro de 1996. José Milesi retorna a gestão da Prefeitura de Itupiranga como vice-prefeito na administração de Benjamim Tasca (PT) no ano de 2008, tendo sua chapa reeleita, ficando no cargo até 2016, quando foi eleito prefeito, permanecendo no PMDB, assumindo a gestão em 01 de janeiro 2017 para atuar até 2020.Além de Professor e político, José Milesi é Pecuarista, tendo atuado na reforma agrária, como grande incentivador da Agricultura Familiar, por acreditar ser este setor grande responsável pela geração de trabalho e renda para o pequeno produtor. Outro setor que recebe a atenção de José Milesi é o do Turismo, segunda maior renda no município.

Texto: Lenir
Fotos e Assessoria : Rodrigo Rodrigues/Wagner Souza Wagner

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade